Teste site CC_edited_edited.jpg

REGÊNCIA

CLÁUDIO CRUZ
Design sem nome.png

PRÊMIO CONCERTO
2019

Design sem nome.png

PRÊMIO
LAURO
MACHADO
COLEHO
2018

RESUMO
claudio-cruz_edited_edited_edited.jpg

Participou de Festivais de Música no Brasil como Regente da Orquestra Acadêmica do Festival Internacional de Campos de Jordão em 2010 e 2011, e no exterior, do Festival de Verão da Carinthia (Áustria) e Festival Internacional de Música de Cartagena (Colombia) onde atuou como camerista e Regente Convidado da OSESP.

Atuou como Diretor Artístico e Regente nas montagens das óperas Lo Schiavo em Campinas, Don Giovanni em São Paulo e Campinas, Rigoletto e La Bohème em Ribeirão Preto e entre 1990 e 2014 ocupou o cargo de Spalla da OSESP e foi Diretor Musical da Orquestra de Câmara Villa-lobos, Regente Titular das Sinfônicas de Ribeirão Preto, de Campinas e da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

É o Regente Titular e Diretor Musical da Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo e de 1990 a 2012 ocupou o cargo de Spalla da Osesp.

Já esteve à frente de muitas orquestras brasileiras, como a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, Petrobras Sinfônica, Orquestra do Teatro Nacional de Brasília, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Orquestra Sinfônica da Bahia, Orquestra Sinfônica de Curitiba; e as internacionais Orquestra Sinfônica de Avignon (França), Royal Northern Sinfonia (Inglaterra), New Japan Philharmonic, Hyogo Academy Orchestra, Nagoya Philarmonic, Hiroshima Symphony (Japão), Svogtland Philharmonie (Alemanha), Jerusalem Symphony Orchestra, Sinfonia Varsovia, Filarmônica de Montevideo, Symphony of Americas (EUA), entre outras.

REPERTÓRIO

Atuou como Diretor Musical e Regente nas montagens das óperas Lo Schiavo e Don Giovanni em Campinas, Rigoletto, La Boheme e “Opera de todos os Tempos” em Ribeirão Preto, Don Giovanni  e com a Orquestra do Theatro São Pedro em São Paulo, La Belle Helene de J. Offenbach em 2017 e em Sonho de uma noite de verão de Britten em 2018.

Com a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo participou do Festival MDR Musiksommer na Alemanha em 2012, Festival Young Euro Classic em Berlim em 2013,  Festival Berlioz na França e no Grachtenfestival em Amsterdam em 2014, em março de 2015 realizou concertos no Lincoln Center em Nova York e no Kennedy Center em Washington.